Teste Teste Teste Teste

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Presidente da CBFS segue na luta para colocar futsal nas Olimpíadas

Continuando com uma batalha que já dura mais de 20 anos, Aécio de Borba, presidente da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS), segue na briga para incluir a modalidade nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

“O vislumbre de que ocorra em 2016 perdura e todos os esforços estão sendo despendidos para vê-lo nas Olimpíadas”, declarou o dirigente.
Um dos principais motivos apontados para ausência do futsal nos Jogos é que a modalidade é considerada um gênero do futebol de campo, além de um conflito entre a Fifa e o Comitê Olímpico Internacional (COI). Para a próxima edição da competição, o rúgbi e o golfe ganharam vaga enquanto o futebol de salão continua de fora.
Mesmo fora da competição, o futsal tem um grande potencial de público. De acordo com uma pesquisa feita pela empresa Stochos Sports & Entertainment, cerca de 35% da população masculina no Brasill acompanha aos jogos da Seleção sempre que possível, com um aumento para 56,7% referente aos espectadores ocasionais.
“Não há dúvidas que a pesquisa da Stochos evidencia uma realidade que é confortadora para o futsal brasileiro. Saber que bem mais da metade da população masculina de brasileiros está presente ou assistindo a jogos nas quais sua seleção de futsal participa divulga a potencialidade que o esporte conquistou”, concluiu o presidente da CBFS.
←  Anterior Proxima  → Inicio
Postar um comentário

Seguidores

Total de visualizações