Teste Teste Teste Teste

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Copagril e Cascavel empatam o primeiro jogo da decisão

Em Marechal Cândido Rondon, equipes empataram em 1x1. Jogo de volta será no dia 8, em Cascavel.
Em um jogo muito movimentado e repleto de rivalidade, as equipes da Copagril/Sempre Vida/Marechal Cândido Rondon e do Muffatão/Sol do Oriente/Cascavel Futsal empataram em 1x1, pelo primeiro confronto da final da Chave Ouro do Campeonato Paranaense de Futsal.

O jogo

A torcida de Marechal lotou o ginásio Ney Braga em plena noite de quinta-feira (31) e viu a equipe da casa sufocar o adversário em busca do gol. Mas apesar das ausências de Deivid, Frede, Gérson e Mário Júnior, quem abriu o placar foram os visitantes. Aos 18 minutos, Alisson tentou atravessar uma bola que ficou com Caça. O ala tocou para Adeírton que abriu o marcador.

No segundo tempo a Copagril seguiu em busca do empate até que Diego fintou Issamu, bateu de perna esquerda e fez um belo gol.

Nos instantes finais o jogo ficou mais aberto e as duas equipes tiveram boas chances para marcar. Na melhor delas, o goleiro Adi, do Cascavel, defendeu tiro-livre cobrado por Marcel e garantiu o empate fora de casa.

Cotovelada e confusão

Um episódio ilustrou bem o clima quente da rivalidade em quadra. Quase no final da partida, o ala Pirulito, do Cascavel, atingiu com o goleiro João Neto com o cotovelo. O arqueiro teve que ser substituído por Quinzinho que, mesmo lesionado, estava no banco de reservas do time rondonense. A arbitragem entendeu que o lance foi involuntário e não puniu o jogador cascavelense.

Os ânimos logo se inflamaram de ambos os lados, com os técnico Marquinhos Xavier e Ney Victor discutindo muito sobre a atitude de seus atletas. Na confusão, o ala Juninho, que estava no banco do Cascavel, foi expulso e não joga na partida do próximo dia 8 de novembro.

Outro jogador que ficará de fora do segundo jogo, em Cascavel, é o fixo Marcelo Paulista que levou o terceiro cartão amarelo.

Tabu se mantém

O empate, de certa forma, acabou sendo bom para a equipe de Cascavel, que aumentou o número de jogos sem perder para a Copagril: agora são nove (a última derrota foi em abril de 2012). Além disso, os cascavelenses terão a vantagem de decidir o título em casa, diante de sua torcida, no ginásio da Neva.

Quem vencer o próximo jogo, no dia 8, ficará com o título. Em caso de outro empate, haverá uma partida-extra (novamente no ginásio da Neva) no dia 15 de novembro. Se houver o terceiro jogo, o time de Cascavel terá a vantagem de jogar pelo empate por ter feito a melhor campanha ao longo da competição estadual. 
Fonte -  cliqueesporte
←  Anterior Proxima  → Inicio
Postar um comentário

Seguidores

Total de visualizações