Teste Teste Teste Teste

sexta-feira, 2 de março de 2012

Aquárius não participará do Campeonato Paranaense Chave Prata.

Nesta sexta feira (2) na saída da delegação telemacoborbense com destino a cidade de Carambei, em pronunciamento aos atletas das seleções municipais cuja maioria pertence às categorias de base do CER Aquárius, o presidente da entidade, Edilson Siqueira Pukanski (Ovo) informou que o Aquárius este ano não disputaria o Campeonato Paranaense de Futsal Adulto da Série Prata.

A decisão foi tomada como uma forma de protesto para com a Federação Paranaense de Futebol de Salão (FPFS) que segundo afirma o dirigente na atual gestão não está atendendo a contento os anseios do clube.

“A FPFS não nos respeita, esquece de que o Aquárius é um dos poucos clubes no estado em atividade que a mais de trinta anos participa do campeonato paranaense adulto começando na época em que a competição era ainda a Taça Paraná acompanhando a evolução e o desenvolvimento do salonismo paranaense contribuindo para que o mesmo chegasse ao estágio atual” disse Pukanski.

“Sempre fomos parceiros e jamais deixamos de atender as reivindicações da entidade quando solicitado por ela e agora somos tratados com descaso, como um timinho qualquer”, prosseguiu o dirigente aquariano.

A revolta do CER Aquárius começou já no ano passado quando perdeu o prazo para a inscrição da equipe sub 20 no Paranaense da categoria e a FPFS não aceitou a inscrição fora do prazo mesmo sem o preenchimento do número ideal de participantes. Ainda no decorrer de 2011 várias solicitações foram ignoradas, mas a gota d’água mesmo foi no início deste ano quando rumores surgiram de que o time telemacoborbense como último colocado da Chave Prata 2011, seria rebaixado para a bronze este ano. Foram apenas rumores, mas que causaram indignação, pois no arbitral da competição ficou definido de que ninguém seria rebaixado uma vez que das 16 equipes previstas no regulamento apenas 11 participaram.

Diante dos boatos, Edilson Pukanski entrou em contato com a FPFS e recebeu como resposta de que “tudo seria definido no arbitral” (que será realizado dia 17). Indignado, na tarde de ontem enviou um ofício a Federação pedindo o afastamento da equipe da competição adulta masculina.   

Na conversa com os atletas sem entrar nos detalhes acima, Edilson disse que em consideração as categorias de base não solicitou o afastamento do clube. “Estou muito triste com a Federação Paranaense, mas temos que pensar no futuro do futsal que está acima de qualquer entidade, porque as entidades são dirigidas por pessoas que passam e as entidades quando são fortes ficam o futsal é forte, a Federação é forte e ambos necessitam de renovação e vocês que estão aqui hoje são esta renovação e é por isso que vamos prosseguir com o trabalho nas categorias de base”, concluiu Edilson.

 

←  Anterior Proxima  → Inicio
Postar um comentário

Seguidores

Total de visualizações